"Uma visão sistêmica do direito, pela qual só há direito quando a solução traz paz e equilíbrio para todo o sistema." Sami Storch

divider

Bibliografia

separator

Referências bibliográficas para pesquisa em Direito Sistêmico

Direito sistêmico não é teoria, é prática. Para conhecê-lo, mesmo em nível introdutório (para escrever uma reportagem ou trabalho acadêmico, por exemplo), recomenda-se fortemente a participação em cursos e workshops, preferencialmente ministrados por pessoas ligadas à fonte – Hellingerschule (Escola Hellinger), capazes de transmitir de forma vivencial e profunda a ciência dos relacionamentos criada por Bert Hellinger e a riqueza de sua aplicação no campo jurídico, alinhados com o pioneiro da prática e coordenador dos cursos de Direito Sistêmico da Hellingerschule, Sami Storch.

Consulte a programação de cursos e workshops de Direito Sistêmico da Hellingerschule – Faculdade Innovare, com coordenação de Sami Storch, no site: http://hellinger.cebracoope.com.br/. As atividades do Sami (inclusive palestras e vivências no fórum)  e dos demais docentes e multiplicadores do Direito Sistêmico são também divulgadas pela página Direito Sistêmico do Facebook (https://www.facebook.com/direitosistemico). Será uma alegria tê-lo(a) conosco!

Acompanhe também o blog direitosistemico.wordpress.com, onde Sami publica artigos e relatos.

Dito isto (para que não se pense que é possível conhecer a fundo o direito sistêmico apenas por meio da leitura do que quer que seja), esclarecemos que a base mais consistente para o estudo literário do direito sistêmico são as obras de Bert Hellinger. Apesar de alguns livros terem uma ênfase específica em um ou outro assunto, em quase todos eles o direito sistêmico está presente e espalhado nos diversos temas.

Quanto ao estudo do direito sistêmico propriamente dito, indicamos os seguintes artigos e textos de Sami Storch:

 

STORCH, Sami. O que é o direito sistêmico? Artigo publicado no blog Direito Sistêmico em 29/11/2010. <http://direitosistemico.wordpress.com/2010/11/29/o-que-e-direito-sistemico/> Acesso em: 22 out 2014.

 

STORCH, Sami. Direito Sistêmico: primeiras experiências com constelações no judiciário. In Filosofia, Pensamento e Prática das Constelações Sistêmicas – nº 4. São Paulo: Conexão Sistêmica, 2015. Disponível em: <https://direitosistemico.wordpress.com/2016/08/23/publicado-artigo-sobre-as-primeiras-experiencias-com-constelacoes-no-judiciario/>

Revista disponível para compra em

https://www.conexaosistemica.com.br/product-page/revista-brasileira-de-filosofia-pensamentos-e-pr%C3%A1ticas-das-constela%C3%A7%C3%B5es

 

STORCH, Sami. Direito Sistêmico: a resolução de conflitos por meio da abordagem sistêmica fenomenológica das constelações familiares. In Entre aspas: revista da Unicorp / Tribunal de Justiça do Estado da Bahia – ano. 1, n. 1, (abr.2011) – Salvador: Universidade Corporativa do TJBA, 2011, p. 305-316.

Disponível em

<https://direitosistemico.wordpress.com/2017/09/22/artigo-descreve-modelo-original-de-pratica-de-constelacoes-na-justica-e-aplicabilidade-do-direito-sistemico/>

Publicação em .PDF disponível em

<http://www5.tjba.jus.br/unicorp/images/entre_aspas_volume_cinco_versaodigital.pdf>

 

STORCH, Sami. Constelações familiares e judiciário: reflexões positivas. Carta Forense (capa julho/2018). Publicado em 03/07/2018. Disponível em: <http://www.cartaforense.com.br/conteudo/artigos/constelacao-familiares-e-judiciario-reflexoes-positivas/18232>

 

STORCH, Sami. Direito sistêmico é uma luz no campo dos meios adequados de solução de conflitos. Revista Consultor Jurídico. Publicado em 20/06/2018. Disponível em: <https://www.conjur.com.br/2018-jun-20/sami-storch-direito-sistemico-euma-luz-solucao-conflitos?fbclid=IwAR09boZT-Jifw1bL9NhJSDd3bJOjPQE47667FDV1-9L88LbqG29iqrhfeZQ>

 

STORCH, Sami. Constelações familiares no 2º Encontro Nacional de Juízes de Família. Artigo publicado no blog Direito Sistêmico em 23/09/2013. <http://direitosistemico.wordpress.com/2013/09/23/constelacoes-familiares-no-2o-encontro-nacional-de-juizes-de-familia/>

 

STORCH, Sami. 1ª Vivência de constelações familiares na justiça criminal. Artigo publicado no blog Direito Sistêmico em 31/01/2014. <http://direitosistemico.wordpress.com/2014/01/31/1a-vivencia-de-constelacoes-sistemicas-na-justica-criminal/>

 

STORCH, Sami. Constelações familiares na Vara de Família viabilizam acordo em 91% dos processos. Artigo publicado no blog Direito Sistêmico em 19/03/2014.<http://direitosistemico.wordpress.com/2014/03/19/constelacoes-familiares-na-vara-de-familia-viabilizam-acordos-em-91-dos-processos/>

 

STORCH, Sami. Relato da primeira vivência “Adolescentes e Atos Infracionais – a descoberta dos vínculos sistêmicos familiares”. Artigo publicado no blog Direito Sistêmico em 04/06/2014. Disponível em:

<http://direitosistemico.wordpress.com/2014/06/04/relato-da-primeira-vivencia-adolescentes-e-atos-infracionais-a-descoberta-dos-vinculos-sistemicos-familiares/>

 

STORCH, Sami. Direito Sistêmico: as leis sistêmicas que regem as crianças colocadas em famílias substitutas. Artigo publicado no blog Direito Sistêmico em 14/07/2014. Disponível em: <http://direitosistemico.wordpress.com/2014/07/14/direito-sistemico-as-leis-sistemicas-que-regem-as-criancas-colocadas-em-familias-substitutas/>

 

STORCH, Sami. Guarda de menor: as partes unidas no coração da criança (decisão judicial sistêmica em ação de guarda de menor). Artigo publicado no blog Direito Sistêmico em 07/03/2018. Disponível em: <https://direitosistemico.wordpress.com/2018/03/07/guarda-de-menor-as-partes-unidas-no-coracao-da-crianca/>

 

STORCH, Sami. Drogadição, internação compulsória e as constelações no tratamento do vício

Artigo publicado no blog Direito Sistêmico em 20/02/2018. Disponível em: <https://direitosistemico.wordpress.com/2018/02/20/drogadiccao-internacao-compulsoria-e-as-constelacoes-no-tratamento-do-vicio/>

 

STORCH, Sami. Por que aprender Direito Sistêmico? Artigo publicado no blog Direito Sistêmico em 10/04/2017. Disponível em: <https://direitosistemico.wordpress.com/2017/04/10/por-que-aprender-direito-sistemico/>

 

STORCH, Sami. Pai alcoólatra: se é o pai, é ele mesmo que o filho quer. Artigo publicado no blog Direito Sistêmico em 05/04/2017. Disponível em: <https://direitosistemico.wordpress.com/2017/04/05/pai-alcoolatra-se-e-o-pai-e-ele-mesmo-que-o-filho-quer/>

 

STORCH, Sami. Constelação mostra que crimes sexuais podem ser consequência da exclusão do pai da vítima. Artigo publicado no blog Direito Sistêmico em 22/09/2015. Disponível em: <https://direitosistemico.wordpress.com/2015/09/22/constelacao-mostra-que-crimes-sexuais-sao-consequencia-da-exclusao-do-pai-da-vitima/>

 

STORCH, Sami. A missão. Artigo publicado no blog Direito Sistêmico em 19/4/2018. Disponível em: <https://direitosistemico.wordpress.com/2018/04/19/a-missao/>

 

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA BAHIA. Famílias unidas: juiz Sami Storch tira dúvidas sobre Constelação Familiar. In: Revista TJBA em Ação, nº 3, edição de julho/2016. Disponível em: <http://www5.tjba.jus.br/portal/wp-content/uploads/2017/10/revista_eletronica_tjba_em_acao_n3_200716.pdf>

 

De outros autores:

BERTATE, Renato S., Adoção: como alcançar o sucesso. São Paulo: Editora Conexão Sistêmica, 2017.

 

IDOETA, Paula Adamo. Constelação familiar: técnica terapêutica é usada na Justiça para facilitar acordos e ‘propagar cultura de paz’. BBC Brasil. Publicada no site da BBC Brasil em 18 março 2018. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/brasil-43204514>

 

CHIQUETTI, Taciana. Reconciliação: um novo olhar para a vida (entrevista com Sami Storch). in Viver bem em revista. Set-out/2015, p. 32-35. Disponível em: <https://direitosistemico.wordpress.com/2015/10/21/reconciliacao-um-novo-olhar-para-a-vida-reportagem-da-bem-viver-em-revista/>

Revista disponível em .PDF: https://direitosistemico.files.wordpress.com/2015/10/revista-viver_bem_28_entrevista-com-sami-storch.pdf

 

LACERDA, Sttela Maris Nerone. Direito Sistêmico e Direitos Humanos: a aplicação das constelações familiares para tratamento dos conflitos judiciais. II Simpósio Internacional Interdisciplinar em Ciências Sociais Aplicadas, 22 a 24 de novembro de 2017, V. 1, 2017. Disponível em: <http://sites.uepg.br/simposiocsa/docs/gt6/012.pdf>

 

ROSA. Amilton Plácido da. Direito sistêmico: a justiça curativa, de soluções profundas e duradouras. In: Revista MP Especial, ano 2, ed. 11, janeiro de 2014, Ministério Público do Mato Grosso do Sul, pp. 50-57. Disponível em: <https://direitosistemico.wordpress.com/2014/06/25/direito-sistemico-a-justica-curativa-de-solucoes-profundas-e-duradouras/>

 

ROSA. Amilton Plácido da. Direito sistêmico e constelação familiar. Jornal Carta Forense, edição de 02/09/2016. Disponível em: <http://www.cartaforense.com.br/conteudo/entrevistas/direito-sistemico-e-constelacao-familiar/16914>

 

CASTRO, Marcos Antonio Ferreira de. Constelação familiar e direito: o novo caminho rumo à paz social. Revista do Tribunal Regional Federal da Terceira Região, nº 133 (abr-jun/2017), p. 47-58.

Disponível em:

<http://www.trf3.jus.br/revista/edicoes-da-revista-2008-atual/?sword_list%5B0%5D=REVISTA&no_cache=1&fbclid=IwAR0uXZiRMfgKW-WjPtwCVBBDHYmUga3x2hTqoF9W4pFei40fzhQY880Noqk>

 

CASTRO, Marcos Antonio Ferreira de. Constelações familiares: o direito da reconciliação. Jota. Artigo publicado no site JOTA em 27/06/2018. Disponível em: <https://www.jota.info/opiniao-e-analise/artigos/constelacoes-familiares-o-direito-da-reconciliacao-27062018> <acesso em: 25/10/2018>

 

SILVA. Wanda Lúcia Ramos da. O Trabalho do Juiz sob a Perspectiva Sistêmica. Revista do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região, ano XV, 2015. Tribunal Regional do Trabalho. Região, 18ª. Seção Jurisprudência – v. 1, dez. 1998-. Goiânia, 2001. v. 15, dez. 2015; (versão eletrônica); p. 12-31. Disponível em: <http://www.seacom.org.br/dados/kcfinder/file/revista2015-digital-1.pdf>

 

PELIZZOLI, Marcelo L. Cultura de Paz Restaurativa: Da Sombra social às inteligências sistêmicas dos conflitos(In: Justiça Restaurativa: caminhos da pacificação social. Pelizzoli, M.L. (Org.). Caxias

do Sul: Ed. da UCS / Recife: Ed. da UFPE, 2015. Disponível em: <https://www.ufpe.br/documents/623543/624496/1_Marcelo_Pelizzoli_JR.pdf/28896c83-8bdb-4210-8fea-f04c565dca2b>

Selecionamos também alguns livros de Bert Hellinger cujo conteúdo influencia mais fortemente o direito sistêmico:

 

HELLINGER, Bert. A simetria oculta do amor: por que o amor faz os relacionamentos darem certo. São Paulo: Cultrix, 1998.

 

HELLINGER, Bert. Ordens do amor: um guia para o trabalho com constelações familiares. São Paulo: Cultrix, 2001.

 

HELLINGER, Bert. Ordens da ajuda. Patos de Minas: Atman, 2005a.

 

HELLINGER, Bert. A fonte não precisa perguntar pelo caminho. Patos de Minas: Atman, 2005b.

 

HELLINGER, Bert. Um lugar para os excluídos: conversas sobre os caminhos de uma vida. Patos de Minas: Atman, 2006b.

 

HELLINGER, Bert. Conflito e paz: uma resposta. São Paulo: Cultrix, 2007a.

 

HELLINGER, Bert. Leis sistêmicas na assessoria empresarial. Belo Horizonte: Atman, 2014.

 

HELLINGER, Bert. O amor do espírito na Hellinger Sciencia. Patos de Minas: Atman, 2009.

 

HELLINGER, Bert. Olhando para a alma das crianças. Belo Horizonte: Atman, 2015.

 


separator